← Voltar

Uma experiência deliciosa na Capital Nacional de Chocolate Artesanal!

Publicado em: 

Em julho, Gramado facilmente pode ser descrita como um lugar mágico "com sabor de chocolate e cheiro de terra molhada". O mês inicia com a comemoração do Dia Mundial do Chocolate, no dia 7, e é marcado pela presença de chuvas e neblinas típicas do auge do inverno. E quem não ama curtir o frio na companhia de um delicioso chocolate quente? A charmosa estação é um convite para explorar a região serrana e conhecer as chocolaterias gramadenses.

Além das exuberantes paisagens naturais e a majestosa cultura remanescente da colonização europeia, os chocolates da cidade formam uma atração à parte. O produto é tão diferenciado que é praticamente impossível conhecer Gramado sem levar um chocolate na mala! Inúmeras lojas vendem especialidades locais e perfumam as floridas ruas da cidade com o cheirinho de cacau. O município carrega o título de Capital Nacional de Chocolate Artesanal e, atualmente, possui 19 fábricas que contam com os mais talentosos chefs chocolatiers para elaborarem receitas únicas, que atendem as expectativas até mesmo dos chocólatras mais exigentes.

Quem visita a cidade ainda pode aproveitar um roteiro delicioso para conhecer e apreciar um pouco mais dessa famosa iguaria. Conhecida por ser a primeira fábrica de chocolate caseiro do Brasil, a Prawer é um dos nomes mais elogiados e tradicionais da região. Durante uma viagem a Bariloche em 1975, o brasileiro Jayme Prawer descobriu a produção artesanal do doce e logo decidiu investir na produção - decisão que acabou transformando a Região da Hortênsias em uma grande referência no setor. Há mais de quatro décadas, a Prawer Chocolates proporciona momentos sensoriais e afetivos, através de irresistíveis chocolates artesanais.

Diversas marcas oferecem, além de saborosos itens, uma verdadeira experiência de entretenimento e diversão. No Mundo do Chocolate, primeiro parque de chocolate das Américas, é possível admirar os mais famosos pontos turísticos do mundo em mais de 200 surpreendentes peças e esculturas feitas a partir de chocolate maciço.

Quem visita a Serra Gaúcha volta para casa com o coração mais doce e a alma mais leve. É possível admirar o trabalho dos artesãos na confecção de cada barrinha, bombom ou rama – uma singularidade própria do chocolate gramadense. Dedicação que o Hotel Valle D’incanto reconhece e estende a cada hospedagem; afinal, o charme e hospitalidade formam o acompanhamento ideal para qualquer receita de chocolate.

 

Foto: www.euamogramadooficial.com.br